Dicas de SEO para e-Commerce: Descubra Como Vender Mais em 2021!

Marketing Organico

Poderíamos dizer que a gente aprendeu alguma coisa no ano da pandemia. Entre esses aprendizados a gente aprendeu a importância do e-commerce. 

O crescimento das vendas online nos últimos tempos fez com que cada vez mais companhias adotem diferentes estratégias de SEO para não ficar por fora dessa tendência global. 

Por isso, a gente propõe um guia de SEO para e-commerce para você vender mais em 2021. Vamos lá!

 

A Importância do e-Commerce

importancia-do-ecommerce

Todo mundo quer vender mais, não é mesmo? Agora, como fazê-lo através do e-commerce? É o suficiente ter presença e reputação online? Não. 

Também não adianta apenas fazer postagens nas redes sociais se você não possui um planejamento estratégico prévio.

Se tem dúvidas sobre algum desses aspetos, confira os posts do nosso blog. Ali encontrará dicas e informações interessantes sobre marketing digital e muito mais.

Por que é que falamos da era do e-commerce? Porque entre 2018 e 2020 as buscas online do tipo “onde comprar tênis em São Paulo” ou “onde fazer pilates perto de Campinas” aumentaram 200%. 

As pessoas procuram no Google por produtos e serviços perto delas.

Mais da metade dos consumidores procuram produtos na Internet, independentemente se forem comprá-los ou não. Aliás, 70% dos especialistas no assunto concordam que as campanhas em base a estratégias SEO são mais efetivas do que aquelas em base a anúncios pagos.

Está vendo a importância do e-commerce? Então, voltemos à pergunta que motivou este post: como vender mais pela Internet? A resposta é: através do SEO.

 

O Que É SEO?

O SEO (ou Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas e estratégias que visam posicionar um site nos primeiros resultados nos motores de busca. A principal ferramenta para atingir o topo nessas páginas de resultados é o uso de keywords ou palavras-chave.

 

Por Que Usar SEO?

90% das pessoas que pesquisam no Google clicam só nos resultados que aparecem na primeira página

O primeiro dos resultados orgânicos (não promovidos) geralmente recebe um terço dos cliques totais. Os primeiros três resultados orgânicos recebem 61% dos cliques. Só 10% dos cliques vão para os anúncios.

Por isso, preste muita atenção às seguintes dicas para você conseguir vender mais com uma estratégia de SEO para e-commerce. Vamos lá!

 

Dicas Para Vender Mais com SEO Para e-Commerce

dicas-para-vender-mais-com-seo-para-ecommerce

Escolha Bem as Suas Palavras-chave

Há várias ferramentas para identificar o volume de buscas que cada palavra-chave tem, assim como a concorrência que existe para cada uma delas. 

Essas ferramentas oferecem sugestões de outras palavras-chave relevantes. O próprio Google tem um Keywords Planner que é muito útil.

As palavras-chave devem ser inseridas no título principal da página, no resumo do produto na loja virtual (se for o caso), nas imagens, na meta descrição e no meta título, no próprio conteúdo e na URL.

 

Otimize a Sua URL

As palavras-chave devem ser incluídas na URL da página de maneira relevante e clara. Como se obtém essa claridade? Colocando hífens entre os termos

Por exemplo, em lugar de chili.com.br/blog/marketingorganico/seoparaecommerce (fica difícil de ler), a gente recomenda colocar chili.com.br/blog/marketing-organico/seo-para-ecommerce. 

Nem falar de uma URL do tipo chili.com.br/blog/112kg3p02mew. Fica horrível e não ajuda ao posicionamento web.

 

Invista em Conteúdo

O Google percebe se você encheu o seu site de palavras-chave só para tentar aparecer primeiro nos resultados de busca. Como é que sabe? Pela experiência do usuário. 

Se os usuários entrarem no seu site e não acharem o seu conteúdo atrativo, eles vão embora logo e o Google fica sabendo disso. 

Agora se você criar conteúdo engajante, com links internos que facilitam que os usuários naveguem pelo seu site, o Google vai começar a pensar que você tem um site respeitável. 

 

Unifique o Conteúdo

Não tenha o seu conteúdo relacionado espalhado em distintas páginas, assim:

sitedeexemplo.com.br/produtos/produtosnovos

sitedeexemplo.com.br/novidades/produtosnovos

sitedeexemplo.com.br/produtosnovos

Evite múltiplos direcionamentos mantendo uma URL única. No exemplo das duas URLs que a gente colocou acima, como é que faz o Google para saber qual das três URLs é mais relevante, sendo que todas elas direcionam para o mesmo lugar? Isso vai fazer com que o seu posicionamento no ranking de páginas seja baixo.

 

Use Linkagem Interna

Inclua nos seus conteúdos links direcionados a outras páginas do seu website. Isso faz com que o usuário tenha a possibilidade de permanecer por um tempo maior navegando pelo site. 

Isso ajuda também o Google a entender que a sua página é relevante, porque tem muitos links direcionados.

 

Escolha Bem o Texto-Âncora

O texto-âncora é a parte do texto onde você coloca o link. Um erro muito comum é colocar o link em palavras como “clique aqui” para direcionar os usuários para uma outra página

Geralmente aparece em destaque, azul e sublinhado. O Google também lê o texto-âncora. Por isso, se você colocar o link em uma frase ou palavra que tenha a ver com o conteúdo linkado, o buscador saberá do que é que fala esse conteúdo. 

Isso ajuda a melhorar o ranking do seu site.

 

As Imagens Também São Conteúdo

Tudo é conteúdo, até o nome das imagens que a gente inclui nos posts. Tente nomear sempre as fotos com palavras-chave que indiquem o que é que a imagem mostra. 

Isso também ajuda no posicionamento SEO. 

E claro, também existe a possibilidade de incluir o alt text ou texto alternativo, que é o jeito que o Google tem de interpretar as imagens.

 

Proteja os Dados dos Seus Clientes

O Google favorece os sites que têm certificação de segurança de dados. Assegure-se que o seu site conta com o protocolo HTTPS. 

A encriptação de dados não só é uma garantia de segurança para o Google, é também um fator determinante para os compradores online. Muitos meios de pagamento não aceitam trabalhar com sites que não têm essa certificação de segurança.

 

Melhore o Tempo de Carregamento

Uma plataforma de e-commerce que demora muito em carregar não tem futuro. Os internautas não são muito pacientes, né? Aliás, os buscadores beneficiam as lojas virtuais mais rápidas.

Há distintas formas de fazer o seu site “mais leve”. Pode redimensionar as imagens para elas não serem pesadas demais. Também pode limitar a exibição dos produtos na sua loja virtual para que não apareçam demasiados na mesma página e a tornem mais lenta.

 

Tenha em Mente os Usuários Mobile

Cada vez mais pessoas procuram, comparam e compram produtos online através dos seus smartphones. Por isso, é muito importante que a sua loja virtual seja facilmente adaptável ao formato mobile

O Google não gosta muito dos sites que não funcionam bem no celular (e os usuários também não!).

 

Trabalhe com SEO Off Page

As estratégias de SEO Off Page são aquelas feitas fora do seu site. Você pode ter um outro canal de comunicação (um canal de YouTube, por exemplo) onde pode fazer conteúdos de entretenimento ou educativos com links para a sua loja virtual.

Uma outra opção é fazer guest posting, criando conteúdo para sites e blogs parceiros com links para a sua plataforma de e-commerce.

Então, gostou deste post? Qual a sua experiência com o SEO para e-commerce? Queremos saber a sua opinião. Fale conosco nos comentários!