O que é dropshipping? Entenda tudo e saiba como começar no dropshipping!

Marketing Digital

Monetizar é um verbo que ganha cada vez mais relevância na internet. Muitos empreendedores surgem todos os dias nas redes sociais, ajudando e entretendo uma audiência cada vez maior. Ganhar dinheiro com isso não seria nada mais do que unir o útil ao agradável — e existem muitas formas de fazer isso.

Dropshipping” é uma delas, mas você sabe como fazer dropshipping? Neste artigo, vamos explicar tudo sobre essa modalidade de e-commerce. Aproveite a leitura! 

O que é dropshipping?

Existem várias formas de comercializar algo na internet e o dropshipping é mais uma delas. Nessa modalidade logística, os vendedores acabam funcionando como intermediários entre os fornecedores e os compradores das mercadorias. Através do vendedor, o cliente faz a compra, que é repassada para o fornecedor responsável por enviar o produto diretamente. 

Simples assim! 

Nessa triangulação entre vendedor, fornecedor e cliente todos saem ganhando, porque o sistema é simples e garante lucro para quem vende e a satisfação de quem compra. 

Siga a leitura para entender melhor os benefícios do dropshipping e como começar neste segmento!

Quais as vantagens do dropshipping?

Apesar das vendas online representarem uma parcela significativa do total de vendas no Brasil, muita gente ainda tem receio e vê esse tipo de ação como um negócio arriscado. Para quem ainda está em dúvida se fazer dropshipping é uma boa ideia, aqui vão algumas vantagens. 

Não precisa de estoque

Ter estoque é ótimo, mas exige muito planejamento e organização. Dependendo de qual tipo de produto se quer vender, é preciso de algum espaço (às vezes amplo) e, além disso, a depender da demanda da saída de vendas, será necessário ter também mão de obra operacional. Isso tudo é caro.

Ao fazer dropshipping, não existe a necessidade do estoque, porque os produtos comprados são de responsabilidade do fornecedor. 

É possível trabalhar de onde quiser

Como basicamente tudo o que você precisa para gerenciar sua loja virtual é internet e você não vai ter a necessidade de estar presencialmente em lugar nenhum (estabelecimento, depósito, escritório etc.), então o dropshipping possibilita o trabalho de acontecer em qualquer lugar. Não há barreiras geográficas.

Oferece flexibilidade

Começar no dropshipping não significa que isso é a única coisa que você pode fazer. A modalidade de vendas online pode acontecer, por exemplo, ao mesmo tempo em que uma loja vende presencialmente seu estoque. Ou ainda, pode ser uma outra fonte de renda que dá para conduzir paralelamente a outras atividades. 

Baixo investimento

Diferente das vendas tradicionais que, em geral, necessitam de valores consideráveis de investimento, o dropshipping faz exigências bem mais modestas. Não é necessário se preocupar com estruturas físicas ou operacionais e, por isso, a margem de investimento inicial é bem baixa. 

Alta margem de lucro

Com um marketing bem feito e um gradual aumento de investimentos nas vendas, é possível ver os lucros escalarem à medida que a audiência convertida em clientes cresce. Porém, diferente de um negócio tradicional em que aumentar a demanda também aumenta os custos; no dropshipping, os custos não tendem a aumentar tanto. 

E o dropshipping nacional, vale a pena?

A internet popularizou muitas coisas e a compra de importados foi uma delas. Enquanto antigamente era necessário que alguém trouxesse em viagem produtos de fora do país, hoje, esses mesmos produtos estão ao alcance de um clique. 

Mas, como nem tudo é perfeito, compras internacionais podem ter alguns entraves. Demoras na entrega, taxas alfandegárias, problemas com a conversão de moedas e emissão de notas. Por isso, muita gente prefere trabalhar com um dropshipping apenas de dentro país — o dropshipping nacional. 

O funcionamento dessa modalidade é o mesmo, a diferença é que no dropshipping nacional, os fornecedores são exclusivamente internos e, portanto, os eventuais problemas com a importação podem ser mais facilmente evitados. 

Ainda assim, nada impede que dropshipping nacional e internacional sejam feitos simultaneamente.

Dropshipping: como começar

Assim como qualquer outra estratégia de monetização dentro do marketing digital, fazer dropshipping exige aprender algumas coisas, mas nada muito complicado! Para ajudá-lo a começar, você pode seguir os passos que elencamos a seguir. 

Encontre uma plataforma de vendas

Existem vários sites que funcionam como lojas virtuais. Faça uma pesquisa e veja qual é aquela que melhor se adequa a você e às suas estratégias. Em seguida, abra sua conta e organize sua loja virtual, seguindo os tutoriais e dicas que as próprias plataformas fornecem. 

Escolha e precifique seus produtos

Uma vez que a loja virtual esteja pronta, é hora de escolher o fornecedor, os produtos e precificá-los. A maioria das ferramentas que os serviços de loja virtual oferecem são intuitivas e super simples de usar. 

Atraia clientes

Criar conteúdos para um site, blog ou redes sociais, atrair interessados no conteúdo e vender para essas pessoas. 

Para quem já tem uma audiência (Instagram, Facebook, YouTube), esse passo fica mais fácil. Mas se você ainda não está por dentro, vale a pena dar um confere no nosso guia sobre Marketing de Conteúdo

Atenda os consumidores

Especialmente se os seus consumidores fizerem parte da sua audiência, é muito importante manter um relacionamento com eles para garantir que eles comprem mais vezes. Isso pode ser feito através do atendimento nos comentários e mensagens. 

Acompanhe o processo de vendas

Só fazer a venda não basta! É preciso estruturar uma ação que acompanhe toda a jornada de venda até o recebimento do produto, o que confere segurança para os clientes.

Com essas coisas em mente, basta ir ajeitando a estratégia e investindo naquilo que pode dar mais certo na hora de fazer dropshipping com o seu negócio.

Conclusão

Tanto para quem quer ter um negócio totalmente digital, quanto para quem já tem um negócio físico, fazer dropshipping pode ser uma opção cheia de facilidades e vantagens. 

E por falar em negócios físicos e digitais, sabia que existe uma tendência de conduzir ambos ao mesmo tempo? O termo para esse tipo de negócio feito com um marketing multicanal é “phygital” e a gente te passa tudo o que você precisa saber sobre o assunto aqui.