Phygital: a combinação do mundo online e offline

Marketing

Logo quando pensávamos saber (quase) tudo sobre marketing, surge esta nova palavra que nos deixa um pouco confusos: phygital. Do que se trata?

O termo “phygital” é uma combinação de duas palavras: físico e digital. No marketing, isto refere-se à fusão do mundo offline e online. 

Se ainda estiver confuso com este termo, não se preocupe. Neste artigo vamos contar-lhe um pouco mais sobre esta nova experiência phygital. O que é e o que tem a ver com o marketing omnichannel. 

Acompanhe!

O que é phygital?

O termo phygital refere-se à integração de aspectos do marketing online e offline. O que uma experiência phygital oferece é algo completamente diferente do que era anteriormente oferecido na comercialização. Graças a isto, a experiência do usuário é muito mais satisfatória.

O fenômeno phygital distingue-se de outras tácticas de marketing pela sua abordagem multi-canal, tornando o processo de compra do usuário leve e prático.

O que caracteriza a experiência phygital é que ela se baseia nos melhores aspectos do comércio digital. Estamos falando, claro, de imediatismo, imersão e rapidez. Também traz a possibilidade de interagir com as pessoas, de ver os produtos e outros aspectos que só são experimentados em lojas físicas.

Um exemplo de uma empresa que utiliza uma estratégia phygital poderia ser a Amazon. Todos nós conhecemos a sua plataforma de comércio digital, mas eles também têm uma loja física. No entanto, isto não funciona como uma loja tradicional, uma vez que o comprador não passa pelo caixa. Em vez disso, escolhem os produtos que querem comprar. Estes então são debitados na conta Amazon do cliente para que o pagamento possa ser efectuado.

 Por que é importante para o marketing?

A experiência phygital é cada vez mais comum no mundo dos negócios, e não é muito difícil de entender porquê. Devido à pandemia da COVID-19, vimos uma mudança mais do que evidente na forma como fazemos compras. Quase da noite para o dia, o comércio digital tornou-se uma realidade cotidiana dentro deste “novo normal”.

Contudo, longe de se voltarem inteiramente para as compras online, os usuários buscam algo que permita uma aproximação e simbiose entre o comércio físico e digital. O marketing phygital permite satisfazer as necessidades dos utilizadores, ao mesmo tempo que procura salvar lojas físicas, dando-lhes esta reviravolta.

Por todas estas razões, o marketing phygital é importante pelas seguintes razões:

  • Satisfaz todos os tipos de clientes, os que preferem uma loja física ou uma loja online.
  • Como resultado, as vendas aumentam e, consequentemente, os lucros também.
  • Ao combinar o melhor do físico e do digital, pode-se criar uma estratégia de marketing omnichannel que atrai milhares de tipos de clientes para o seu negócio.

Tudo isto soa fantástico! É necessário nos juntar à revolução phygital para fazer crescer os negócios.

Mas espere um minuto… Por onde começamos

É tempo de conhecer o marketing omnichannel.

 Marketing omnichannel: a “mãe” da experiência phygital

Se quiser ir a fundo na experiência phygital e aproveitar os benefícios que esta experiência pode trazer ao seu negócio, é essencial que tenha uma boa estratégia de marketing omnichannel.

Então vamos por partes, começando a definir este termo e explicar o que é uma estratégia omnichannel.

Quando falamos disso, nos referimos a um conjunto de estratégias em que são utilizados múltiplos e variados canais de comunicação, desde os mais tradicionais até aos mais inovadores.

O objetivo de uma estratégia omnichannel é, então, otimizar a experiência do usuário para que seja única, personalizada e satisfaça todas as suas necessidades.

Isso é tudo muito bom, mas o que uma estratégia omnichannel tem a ver com uma experiência phygital?

Bem, podemos dizer que estes dois conceitos andam de mãos dadas. Isto porque é necessária uma estratégia omnichannel para proporcionar ao usuário uma boa experiência phygital. O marketing omnichannel combina estratégias de marketing digital, como por exemplo o marketing das redes sociais e também estratégias mais tradicionais que envolvem ações na loja física de uma marca.

Desta forma, a experiência de compra do cliente pode ser personalizada e satisfatória.

O que você pensa sobre esta nova revolução phygital? Informe-nos nos comentários.