Entenda o que é CTR e como ele pode ser um aliado para seus resultados no tráfego orgânico

Marketing Digital

Todos sabemos o quão importante é a otimização de mecanismos de pesquisa, mas a classificação na primeira página do Google só pode levar seu negócio até certo ponto. Obter cliques orgânicos é como você obtém o maior valor do SEO, portanto, tentar melhorar suas taxas de cliques (CTR) sempre será um esforço que vale a pena.

Existe uma forte relação entre o posicionamento orgânico e a quantidade geral de cliques que uma página recebe. Entender esse relacionamento e fazer o possível para usá-lo a seu favor pode ser uma maneira infalível de aumentar seu tráfego orgânico geral dos mecanismos de pesquisa.

Neste artigo, você entenderá o que é CTR e como ele pode afetar sua estratégia de Marketing Digital. Entenda!

O que é CTR?

Para entender completamente a definição de taxa de cliques, é preciso conhecer alguns termos relevantes no Marketing Digital.

  • SERP – Também conhecido como página de resultados do mecanismo de pesquisa. Existem 10 listagens orgânicas em cada SERP. Tudo o que discutimos neste artigo se concentrará em melhorar os CTRs para listagens orgânicas que aparecem abaixo dos anúncios pagos do Google.
  • Pesquisadores da Web – São clientes em potencial que estão usando o Google para encontrar você! Eles digitarão uma palavra-chave ou frase na barra de pesquisa do Google e receberão resultados SERP relevantes, dependendo do que pesquisarem.
  • Impressões – Este é o número de vezes que seu site aparece nos SERPs. Uma impressão ocorre sempre que seu site é preenchido para qualquer frase-chave relevante.
  • Cliques – Quando um consumidor realmente clica em seu site e é levado a uma página de destino.

Isso nos leva à nossa definição:

A taxa de cliques é o número de pesquisadores da web que clicam em seu resultado nas SERPs dividido pelo número de impressões que seu resultado recebe.”

Então, com isso em mente, um CTR mais alto pode significar toda a diferença entre capturar tráfego e fazer com que seus potenciais consumidores cliquem no site do seu concorrente. O nome do jogo é buscar um CTR alto e melhorá-lo constantemente.

Melhorar o CTR orgânica do seu site não é a coisa mais fácil de se fazer. No mundo digital de hoje, quanto mais rápido você conseguir capturar um consumidor, não importa o estágio do funil de marketing em que ele esteja, melhor. Mas, como o Google incorporou anúncios de pesquisa pagos acima dos resultados orgânicos, isso acaba “roubando” a maior parte dos cliques.

Logo, é preciso criar estratégias para aumentar o CTR e, assim, gerar tráfego orgânico para o seu site.

O CTR é um fator de classificação em SEO?

Se a taxa de cliques é um fator de classificação oficial para SEO tem sido debatido na indústria há anos.

Existem muitos experimentos de CTR por aí que testaram a relação entre CTR e rankeamento orgânico. Muitos mostraram uma forte correlação.

Se um usuário clicar em seu resultado SERP em vez de um concorrente com classificação mais alta que o seu, isso mostra que seu resultado é altamente relevante ou atraente para o usuário. Uma forte taxa de cliques mostra ao Google que seu resultado está atendendo às necessidades e desejos dos usuários.

Independentemente disso, são necessários cliques para obter clientes. Não há desvantagem em melhorar seu CTR em todas as suas páginas da web.

Fatos importantes sobre o CTR e o rankeamento orgânico

Aqui estão alguns detalhes sobre CTR e a posição no ranking orgânico do Google:

  • Os sites que aparecem na primeira posição têm 10 vezes mais chances de receber um clique;
  • As três primeiras posições orgânicas ganham aproximadamente 68% do total de cliques de uma pesquisa, enquanto os anúncios ganham entre 2% a 5%;;
  • O CTR para as posições 7-10 é praticamente o mesmo e tem pouco impacto para as marcas;
  • Apenas 0,78% de todos os usuários do Google clicam em um site localizado na segunda página;
  • De acordo com a Moz , 72% dos usuários do Google preferem clicar apenas nos resultados de busca orgânica, em vez de banners e anúncios ppc. Isso resulta em um clique maior para todas as pesquisas orgânicas;
  • No mesmo estudo, 75% dos entrevistados relataram que clicaram instintivamente nos dois primeiros resultados, tornando a taxa de cliques das posições 1 e 2 a mais alta nas SERPs, incluindo anúncios de pesquisa pagos;
  • As URLs que incluem uma palavra-chave têm um CTR 45% maior do que os URLs que não contêm nenhuma palavra-chave;
  • As tags de título com uma pergunta possuem um CTR 14,% maior, e títulos com uma forte declaração emocional, positiva ou negativa, melhoraram o CTR em pelo menos 7%.

Todas essas evidências mostram o quão importante o CTR é um grande impulsionador do tráfego orgânico e vice-versa.

5 estratégias para melhorar as taxas de cliques

Agora que sabemos o que é CTR e qual a importância dessa métrica, é hora de entender como melhorar a taxa de cliques das suas estratégias orgânicas e pagas.

1. Crie seu conteúdo com base no que sua persona está perguntando

Suas páginas de destino precisam responder às perguntas da sua persona antes mesmo que eles tenham a chance de perguntar. Para ver o que eles já estão procurando, dê uma olhada no conteúdo que já está classificado para suas palavras-chave de destino.

Utilize ferramentas de planejamento de conteúdo focado em SEO para entender qual a intenção de busca dos consumidores  quando buscam por uma determinada palavra-chave.

2. Remova qualquer canibalização de palavras-chave

A canibalização de palavras-chave é quando você tem várias páginas que classificam todas para a mesma palavra-chave. Na prática, isso significa que você vai fragmentar os cliques para diversas páginas ao invés de centralizar os resultados em uma página só, diminuindo o CTR e prejudicando o desempenho do seu site perante o Google.

3. Revise suas meta copy’s

Como já mencionamos, os títulos das suas páginas e as meta descrições desempenham um papel muito importante na sua taxa de cliques. Certifique-se de criar um título que também tenha um CTA para o seu consumidor fazer a ação desejada de clicar no seu site.

Você também deve incluir um CTA em sua meta descrição, pois essas poucas frases são a melhor primeira impressão da sua marca. Algumas dicas úteis para destacar seu resultado de SERP são:

  • Evite tags de título pesadas, mantendo seus títulos rápidos e concisos;
  • Use um número. Uma pesquisa da Moz mostrou que usar números em seu título é um método assertivo, pois pode aumentar o CTR em 36%;
  • Coloque o ano atual, a fim de comprovar que aquele conteúdo está atualizado.

4. Crie URLs descritivas

Os consumidores querem saber exatamente no que estão clicando, e um link específico permite que eles façam exatamente isso. Inclua o máximo possível de detalhes sobre a página de destino e torne-a relevante para a própria página. Como prática recomendada, se o título for curto, faça com que a sua URL corresponda exatamente ao título. As URLs são um fator de classificação na rede de pesquisa do Google, portanto, certifique-se de não esquecer esta etapa!

5. Pesquise palavras-chave de cauda longa

Ao criar conteúdo relevante, você precisará usar uma grande variedade de palavras-chave, desde termos mais curtos até palavras-chave de cauda longa. Considerando que os consumidores às vezes pesquisam usando frases mais longas ou até mesmo perguntas completas em suas consultas de pesquisa, é bom incluir o maior número possível em seu conteúdo, a fim de aumentar o CTR.

Conclusão

Em resumo, entender o que é CTR e para que serve essa métrica é essencial para qualquer profissional de Marketing Digital. 

Se aumentar o CTR está sendo um desafio para você, nossa equipe da Chili  está aqui para ajudá-lo a otimizar todas as métricas do seu negócio. Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossa metodologia!